Programa Mãezinha Brasiliense está de volta

Criado em 2008 por Flávia Arruda, o programa Mãezinha Brasiliense voltou a funcionar no DF. Neste domingo (10), o Governo do Distrito Federal anunciou a retomada do projeto, agora, com o nome Bolsa Maternidade. Atendimento humanizado e integral desde o pré-natal até o pós-parto continuam sendo as bases do programa.

“Um enxoval para a criança, a ajuda no aleitamento materno e um atendimento especial para as mães nos hospitais faz toda a diferença. Quando criamos esse trabalho atendíamos todas as mães que davam à luz nos hospitais públicos”, comemora Flávia Arruda.

O enxoval é entregue na própria maternidade e é composto por body fechado, cobertor, cueiro, culote, macacão longo, macacão curto, meia, toalha, casaco com capuz, fralda descartável, lenço umedecido e pomada anti-assadura. Vale destacar que, em caso de gêmeos, trigêmeos ou mais o benefício é concedido para cada bebê. Outra opção é receber uma parcela única de R$200 por criança nascida ou nos casos de natimorto.

Para ter acesso ao benefício é necessário comprovar renda familiar igual ou inferior a meio salário mínimo por pessoa. Também é exigido comprovar a residência no DF há pelo menos seis meses. O direito ao auxílio é garantido também para pessoas em situação de rua, desde que já incluídas na Política de Assistência Social e que integram o programa Criança Feliz Brasiliense.

“O GDF agora retoma esse programa tão importante e eu parabenizo a secretária Mayara Rocha e o governador Ibaneis Rocha por isso”, declara Flávia Arruda.

Como solicitar?

O GDF orienta que as mães que ainda não tiveram o bebê façam cadastro pelo aplicativo e-Gov, disponível para celular. Após o nascimento, só é possível solicitar o benefício pessoalmente, nos endereços das unidades de atendimento da Secretaria de Desenvolvimento Social:

  • Centro de Referência de Assistência Social (Cras);
  • Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas);
  • Centros Pop.

 

Acompanhe a Flávia 

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar