Obras que ofereçam uma boa infraestrutura são o caminho para o desenvolvimento, mas para isso é preciso investir em áreas que afetam diretamente a realidade da população. Unir esses investimentos vai aumentar a oferta de emprego, crescimento, qualidade de vida e incentivar o empreendedorismo.

Em apenas três anos de governo Arruda, foram feitas 2.300 mil obras em Brasília, mas a maior parte desses planos não teve continuidade nos governos seguintes. Para Flávia Arruda, agora foi dada a oportunidade de retomar esses projetos e impulsionar o desenvolvimento econômico e social, para fortalecer novamente o DF.

Em apenas três anos de governo Arruda, foram feitas 2 mil obras em Brasília. Todo o sistema viário foi ampliado, a Epia, a nova EPTG, a Estrada da Fercal, a DF-001. A população da Ceilândia passou a contar com o metrô, que também foi ampliado. Foram construídas mil salas de aula, a nova Rodoviária, o Hospital de Santa Maria com 400 leitos, o Estádio Bezerrão. O asfalto facilitou a vida de comunidades inteiras, chegou até a Estrutural, Itapoã, Vila São José, o Dnocs em Sobradinho, Mestre D’Armas, Estâncias, Arapoanga, Porto Rico, Pôr do Sol, Sol Nascente e muito mais!

Fechar Menu